23 de mai de 2011

ADORAÇÃO COM VALOR



Eu estava meditando naquela passagem de Lucas 7:36, um texto já tão conhecido onde uma mulher discriminada pela sociedade resolve não dar atenção para aquela realidade em sua vida e se aproxima de Jesus, que se fazia presente num jantar na casa de fariseus. Ela lava os pés Dele com suas lágrimas, enxuga-os com os seus cabelos, beija-os e unge-os com perfume. 
Aquela atitude dela não causou tanto espanto para os fariseus, que convidaram Jesus para aquele jantar, quanto à atitude do próprio Jesus em deixar aquela mulher tocá-lo.
E desse acontecimento o Senhor nos deixa uma lição maravilhosa sobre a verdadeira adoração. E eu entendo queridos que a adoração genuína parte de um compreensão, sendo esta de que as misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos (Lam.3:22). Quando entendemos que somos pequenos demais e sem valor sem a presença de Jesus, quando reconhecemos que dependemos Dele e que se não fosse sua graça não seríamos quem somos, então adoração à Ele passa a ter um outro valor.
O valor da atitude daquela mulher estava no perdão de Cristo sobre sua vida e Ele chama a atenção dos fariseus sobre isso ao dizer no verso 47: "Por isso te digo que os seus muitos pecados lhe são perdoados, porque muito amou; mas aquele a quem pouco é perdoado pouco ama."
O que trava o nosso entendimento e nos impede muita vezes de viver à luz da palavra são os conceitos que a sociedade prega. Aquele que tem poder deseja que as pessoas se sintam distantes dele; intocável, isso o faz se sentir mais poderoso. Ser acessível é desvalorizar sua posição, sua imagem porque não tem preço pago por aquilo. Jesus nos mostra o contrário, Ele é totalmente acessível, ama  incondicionalmente e nos dá sempre uma nova chance de refazer o que se quebrou porque já pagou o preço para termos livre acesso a Ele. Enquanto medirmos ou esperarmos que o Senhor aja como nós agimos ou pensamos, estaremos atrofiando nossas experiências com Ele. Nosso Deus de multiforme sabedoria traça linhas contrárias às nossas, e age de maneira que sempre nos causa surpresas fazendo-nos amá-lo cada dia mais.
Sejamos adoradores genuínos, esteja aonde estivermos.. Muito mais que canção, adorar é render a Ele nossa gratidão a cada instante da nossa vida. 

Adoração é estilo de vida pra quem muito é perdoado.

 Dayana Trindade

Nenhum comentário:

Postar um comentário