25 de mai de 2011

Experiências!


Queridos,


Nós vemos alguns discursos em nosso meio onde se percebe o desejo que as pessoas tem de ter experiências com o Senhor. Algumas contam as suas, outras contam as de outros, e há aquelas ainda que não tem experiência pra contar nem dela mesma nem de outras pessoas. O mais lindo nos relacionamentos são as experiências que aquela relação produz independente do grau de convívio. Ser surpreendido pelo outro, ver um resultado inesperado ou até mesmo esperado com algo que fazemos para ou com alguém são coisas fascinantes. São temperos da vida. Nem sempre as experiências brotam de situações alegres, de momentos descontraídos. As mais profundas e marcantes quem sabe nasçam em tempos de deserto, em minutos de lágrimas. Creio que Paulo compreendeu isso muito bem a ponto de nos deixar uma explicação maravilhosa em sua carta aos romanos.

"E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a perseverança,

E a perseverança a experiência, e a experiência a esperança." (Rom.5:4/5)

Agora nisto percebemos que há um processo até chegar na experiência. Ela está ligada a outros fatores que eu não considero de primeira instância muito agradáveis. Todos nós independente do tipo de temperamente que temos ou da personalidade construída em nós, queremos ter paciencia e sermos perseverantes, assim como ter esperança. Agora, passar por tribulação para conseguir isso já é de se pensar. Mas a tribulação produz a paciência que produz a experiência que ainda gera a esperança.

Não quero aqui estabelecer uma regra mas sim te encorajar dizendo que até mesmo as fases amargas da vida produzem ao fim delas um sabor doce. Eu posso dizer que as maiores experiências que tive com o Senhor foram geradas com choro. A provas são como sementes que se fortalecermos a terra com oração e fé, regando ela com lágrimas, os fruto será viçosos e alimentarão não só a nós mas a muitos. Aquilo que esperamos não vemos, e assim é a esperança, se a vemos, não é esperança. (Rm8:24/25).

A palavra ainda diz que a esperança adiada adoece o coração.

Eu intercedo para que o seu coração deseje alcançar o que há de melhor em Deus para sua vida. Nem que para isso seja preciso passar pelo processo o qual chamo de a prova da fé. Ao fim dela não terás apenas a vitória, o sonho, o alvo mas também uma história de perseverança, experiência e esperança para contar.


Deus os abençoe

23 de mai de 2011

ADORAÇÃO COM VALOR



Eu estava meditando naquela passagem de Lucas 7:36, um texto já tão conhecido onde uma mulher discriminada pela sociedade resolve não dar atenção para aquela realidade em sua vida e se aproxima de Jesus, que se fazia presente num jantar na casa de fariseus. Ela lava os pés Dele com suas lágrimas, enxuga-os com os seus cabelos, beija-os e unge-os com perfume. 
Aquela atitude dela não causou tanto espanto para os fariseus, que convidaram Jesus para aquele jantar, quanto à atitude do próprio Jesus em deixar aquela mulher tocá-lo.
E desse acontecimento o Senhor nos deixa uma lição maravilhosa sobre a verdadeira adoração. E eu entendo queridos que a adoração genuína parte de um compreensão, sendo esta de que as misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos (Lam.3:22). Quando entendemos que somos pequenos demais e sem valor sem a presença de Jesus, quando reconhecemos que dependemos Dele e que se não fosse sua graça não seríamos quem somos, então adoração à Ele passa a ter um outro valor.
O valor da atitude daquela mulher estava no perdão de Cristo sobre sua vida e Ele chama a atenção dos fariseus sobre isso ao dizer no verso 47: "Por isso te digo que os seus muitos pecados lhe são perdoados, porque muito amou; mas aquele a quem pouco é perdoado pouco ama."
O que trava o nosso entendimento e nos impede muita vezes de viver à luz da palavra são os conceitos que a sociedade prega. Aquele que tem poder deseja que as pessoas se sintam distantes dele; intocável, isso o faz se sentir mais poderoso. Ser acessível é desvalorizar sua posição, sua imagem porque não tem preço pago por aquilo. Jesus nos mostra o contrário, Ele é totalmente acessível, ama  incondicionalmente e nos dá sempre uma nova chance de refazer o que se quebrou porque já pagou o preço para termos livre acesso a Ele. Enquanto medirmos ou esperarmos que o Senhor aja como nós agimos ou pensamos, estaremos atrofiando nossas experiências com Ele. Nosso Deus de multiforme sabedoria traça linhas contrárias às nossas, e age de maneira que sempre nos causa surpresas fazendo-nos amá-lo cada dia mais.
Sejamos adoradores genuínos, esteja aonde estivermos.. Muito mais que canção, adorar é render a Ele nossa gratidão a cada instante da nossa vida. 

Adoração é estilo de vida pra quem muito é perdoado.

 Dayana Trindade