12 de mai de 2012

A religiosidade cega e mata. E o religioso tende a matar o Outro. Persegue, aponta o dedo, condena e exclui! Baseado nas leis, nos costumes, ele vive o VELHO. A lei veio pra ajudar o homem e não para matar. Precisamos viver o NOVO. Nossa vida deve ser alicerçada no noivo e não nas regras. Obediência é conseqüência do amor, que gera compromisso. O sacrifício não tem gosto amargo, porque deixa de ser sacrifício pra ser oferta de gratidão. E porque queremos Jesus, amamos o noivo, tudo o que faz parte Dele fará parte da nossa vida também.


DaY

Nenhum comentário:

Postar um comentário